Zidane povoa o meio campo e faz Real forte sem Cristiano


Postagem 17/07/2020 12:15



 

 

O Real Madrid conquistou o título do Campeonato Espanhol 2019/20. Em seu banco de reservas estava o comandante Zinedine Zidane, que conquistou seu décimo primeiro título a frente do clube Merengue: Bicampeão Espanhol (2016/17 e 2019/20); Tricampeão da Liga dos Campeões (2015/16 -2016/17 - 2018/19 ); Bicampeão do Mundial de Clubes (2016-2017); Bicampeão da Supercopa da Espanha (2016- 2019/20) e Bicampeão da Supercopa da UEFA (2016-2017).

 

Desde que decidiu retornar ao Real, após 9 meses de sua saída, o técnico já sabia que não teria a grande referência Cristiano Ronaldo. O português e seus gols foram certamente decisivos para algumas conquistas ao lado de Zidane. E o que pensou o técnico dos Blancos para esta temporada? Sem os gols de Ronaldo, organizou-se a defesa.

 

É bem complicado quando não se tem um cara como Ronaldo. A escolha para substituir o português foi o médio Valverde. A diferença na qualidade é gigantesca, nem precisa dizer, mas o Real Madrid ganhou em ajuda no meio campo, fortalecendo a defesa e dando mais liberdade para Kross e Modric, reconhecidamente jogadores com muita técnica.

 

A diretoria ainda trouxe Eden Hazard. A princípio o ´substituto ´ de Ronaldo. Mas, Zidane colocou em mente um meio campo mais povoado (já havia feito isso algumas vezes nas três temporadas que ficou em Madrid) e encontrou na qualidade de Kross e Modric o caminho das vitórias.

 

Não da para dispensar Casemiro. Que já era um excelente marcador e ficou ainda mais fortalecido com o meio campo melhor amparado. O Real de Zidane, sem Ronaldo é do 4-4-2, no qual a defesa é o ponto forte.

 

Carvajal na direita foi o ponto de apoio. Na esquerda, Mendy revezou com Marcelo. Um mais marcador o outro mais pensador agressivo. A dupla de zaga com Sergio Ramos e Varane é a segurança que há um bom tempo não se via. Na meta, Courtois, sem dúvidas um dos melhores do mundo. Assim, a fortaleza defensiva foi montada. Mesmo com nomes não tão badalados nas laterais, o meio campo foi decisivo para a conquista de La Liga.

 

Tanto Lopetegui como Solari erraram em tentar arrumar um substituto para Ronaldo. O 4-3-3 funcionava muito em função do português. Muitas vezes com Zidane, Ronaldo  formava dupla de ataque com Benzema. O time tinha a meiuca povoada, como fez nessa temporada. Mas, com a saída do Gajo, os treinadores anteriores  esperavam encontrar  em Assensio, Isco, Vinícius um novo CR7 e a grande verdade é que não se tem um cara que possa substituir Cristiano e Messi na atualidade futebolisticamente falando. Mbappe, se vier nos próximos anos, pode se aproximar.

 

O título espanhol tem uma característica de povoamento no meio campo. O Real ainda está vivo na Liga dos Campeões, mas terá que ser o super Real para eliminar o City, na Inglaterra. Esse é um assunto para um outro dia. Hoje, desfrutemos do povoamento no meio campo de Zidane, para arrumar um substituto para Cristiano e conquistar o Campeonato Espanhol.

Escolha seu Time

(16) 9 9756 - 1585

Av. José Fortuna, 497

Jr. Esporte Clube - Todos os direitos reservados © 2014